DO PASSIVO AO ATIVO, O CONTADOR TAMBÉM PODE EMPREENDER

  • Larissa Natânia de Oliveira Cunha Centro Universitário de Patos de Minas

Resumo

O empreendedorismo é o processo de criar algo novo com valor, dedicando tempo e o esforço necessário, assumindo os riscos financeiros, psíquicos e sociais correspondentes e recebendo as consequentes recompensas da satisfação e independência econômica e pessoal. Já a contabilidade é a ciência que estuda os registros da movimentação financeira de uma organização. O intuito é unir esses dois conceitos e entender como o contador pode atuar como empreendedor, buscando em bases bibliográficas exemplos de suas ações empreendedoras. Depois de reunir alguns artigos sobre o tema, pode-se perceber que a seleção se restringia a identificar a contabilidade como uma auxiliadora de ações empreendedoras, que os próprios contadores não tomavam decisões, mas sim forneciam aos empresários as informações necessárias para tomarem a melhor decisão. Sabe-se que existem contadores que praticam o empreendedorismo, porém, através desta pesquisa, percebe-se que o campo de pesquisa nessa área ainda está muito aquém do que poderia ser. Conclui-se que o contador é de extrema importância para uma organização, mas apesar de a maioria delas ainda utilizar seus serviços comuns, o mercado já exige uma postura diferente desse profissional.
Publicado
2016-11-18
Como Citar
CUNHA, Larissa Natânia de Oliveira. DO PASSIVO AO ATIVO, O CONTADOR TAMBÉM PODE EMPREENDER. Revista do COMINE, [S.l.], v. 1, n. 1, nov. 2016. ISSN 2527-2535. Disponível em: <https://revistas.unipam.edu.br/index.php/revistadocomine/article/view/180>. Acesso em: 19 oct. 2019.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Contabilidade; Empreendedorismo; Contador Empreendedor